Warning: Undefined array key "id" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 311

Warning: Undefined array key "plan" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 312

Nova lei trabalhista só agrada o patrão


Warning: Undefined array key "id" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 311

Warning: Undefined array key "plan" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 312

O presidente Michel Temer sancionou a reforma trabalhista, que altera mais de 100 pontos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Na prática, a nova legislação representa perda de direitos e deixa o trabalhador menos protegido. Só para ter uma ideia, a lei, que começa a valer em novembro, prevê jornada diária de 12 horas. Ou seja, permite que o patrão leve o empregado à exaustão. Uma escravidão moderna. Pior.

A norma ainda autoriza a atuação de grávidas e lactantes em locais insalubres. Quer dizer, preocupação nenhuma com a saúde. A legislação também enfraquece a atuação dos sindicatos.

Na hora da homologação de rescisões pelo sindicato da categoria ou pela unidade do Ministério do Trabalho, o empregado não poderá contar com a assistência de um especialista na conferência dos cálculos das verbas devidas no momento do rompimento do contrato. Em resumo, a nova legislação trabalhista só beneficia o patrão.

Confira abaixo alguns pontos que foram alterados:

você pode gostar também