Warning: Undefined array key "id" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 311

Warning: Undefined array key "plan" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 312

Pela aposentadoria e a educação


Warning: Undefined array key "id" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 311

Warning: Undefined array key "plan" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 312

A diretoria do Sindicarne se juntou aos milhares de pessoas que lotaram as ruas do Brasil, nos dias 15 e 30 de maio e 14 de junho, durante as manifestações contra a reforma da Previdência e os cortes feitos pelo governo nas verbas dos institutos e universidades federais do país.

Foi bonito de ver. Em Salvador, logo cedo, estudantes e trabalhadores de diversos segmentos se concentravam na praça do Campo Grande. De lá, saíram em caminhada até a praça Castro Alves.

O governo, através do Ministério da Educação, bloqueou 30% da verba das instituições de ensino federais. Bolsonaro também não esconde que quer acabar com a aposentadoria. Para isso, tenta a todo custo aprovar a reforma da Previdência.

A reforma impõe a obrigatoriedade da idade mínima de 65 anos para os homens e 62 para as mulheres. Também aumenta o tempo mínimo de contribuição ao INSS de 15 anos para 20 anos. Mas, é bom se ligar. Isso garante o valor do benefício apenas parcial. Para receber a quantia integral, o trabalhador precisa contribuir por 40 anos. Quer dizer, toda uma vida. Impossível.

Como é hoje ?

 Hoje, os homens podem se aposentar após 35 anos de pagamento ao INSS e as mulheres depois de 30 anos de contribuição, sem a exigência de idade mínima. No caso das mulheres, para ter acesso ao valor integral do benefício, elas precisam que a soma da idade mais o tempo de contribuição seja igual a 86 (56 anos + 30 anos de contribuição). Já os homens necessitam que a soma total seja 96 (61 anos + 35 anos de contribuição).

você pode gostar também