Warning: Undefined array key "id" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 311

Warning: Undefined array key "plan" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 312

Prejuízos por trás do saque do FGTS


Warning: Undefined array key "id" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 311

Warning: Undefined array key "plan" in /home2/sindicar/public_html/wp-content/plugins/audima/Audima_Plugin.php on line 312

Incapaz de criar políticas capazes de estimular a economia brasileira e gerar emprego, o governo Bolsonaro lançou o programa Saque Certo . Os trabalhadores com contas ativas e inativas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço poderão retirar até R$ 500,00 a partir de setembro. Mas, o cidadão deve se ligar, para não cair em uma armadilha.

A verdade é que o trabalhador não vai usar o dinheiro para fazer compras e ajudar a economia. Na verdade, vai pagar as dívidas, que se acumulam diante da situação do país. Quem vai se beneficiar são os bancos, que têm interesse nos pagamentos dos débitos das pessoas.

Ou seja, os recursos do FGTS serão transferidos para o setor financeiro. É a mercantilização dos direitos. Outro prejuízo é menor volume de verbas para políticas públicas.

A iniciativa do saque do FGTS fragiliza a capacidade que o fundo tem de financiar, por exemplo, as habitações de interesse social. Ou seja, de subsidiar o financiamento para os trabalhadores mais pobres no acesso à casa própria.

Saque aniversário

A partir de 2020, o trabalhador poderá receber anualmente uma parcela dos recursos depositados no FGTS com a modalidade do saque-aniversário. Mas, é preciso atentar. A adesão a este tipo de retirada vai impedir que o empregado resgate seu saldo total se for demitido sem justa causa, como é hoje. O dinheiro vai ficar retido mesmo de dois anos. Somente a multa de 40%, paga pelo empregador, ficará disponível. Cuidado para não trocar gato por lebre e ficar no prejuízo.

você pode gostar também