Boas perspectivas para 2023

O ano de 2023 tem tudo para ser marcado pela retomada do desenvolvimento brasileiro, com uma agenda econômica voltada para a geração de emprego e renda. Com a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva, os trabalhadores aguardam com expectativa a revisão de pontos nefastos da legislação trabalhista, compromisso assumido pelo presidente eleito.

Aprovada há cinco anos, a reforma trabalhista devastou o mercado de trabalho. Além de não ter gerado os milhões de empregos prometidos, criou postos extremamente precarizados e sem garantias. Para 2023, Lula prometeu rever três pontos: o regime de trabalho intermitente, por hora de serviço; a ultratividade das normas coletivas; e a autorização para acordos firmados diretamente entre patrões e empregados, sem o aval do sindicato da categoria.

O novo governo tem também o desafio de pacificar o país, extremamente polarizado e contaminado pelo clima de violência instaurado pelo presidente Jair Bolsonaro, de conter a inflação galopante, retomar os investimentos em áreas e programas sociais voltados para a assistência da parcela mais vulnerável da população, além de garantir a soberania nacional.

“Lula prometeu rever 3 pontos da reforma trabalhista”

você pode gostar também